Água

Água

Autor: Kenitiro Suguio
Páginas: 248
Formato: 16,5 x 22,5
Ano: 2006
ISBN 8586699527

A consciência de que a água constitui o bem mais precioso para a nossa sobrevivência –de que sua falta conduz à morte em tempo mais curto do que a falta de alimento, de que o progresso tecnológico contribui para o prolongamento da expectativa de vida que, somado à explosão populacional, passa a exigir um consumo cada vez maior desse líquido e de que a estabilidade do ciclo hidrológico se apóia em tênue equilíbrio das relações entre os diversos fatores ambientais– conduziu os pesquisadores à intensificação das investigações sobre esta preciosa substância. O estado-da-arte dos conhecimentos científicos sobre esse bem tão importante está muito bem exposto neste livro.

O doutor Kenitiro Suguio, professor emérito da Universidade de São Paulo, é profundo conhecedor da Geologia e das Ciências da Terra. Como especialista em Estratigrafia e Geologia do Quaternário, está credenciado para transmitir os conhecimentos fundamentais sobre a água em nosso planeta a especialistas das diversas áreas do conhecimento, como também para leigos interessados no assunto.

Como mostra este livro, embora haja evidências de que as condições físico-químicas na Terra tenham propiciado equilíbrio do ciclo hidrológico por longo tempo geológico, que ultrapassa dois bilhões de anos, as condições ótimas de subsistência da vida, definidas entre outros fatores pelos teores de gás carbônico e de oxigênio na atmosfera, respectivamente de 0,03% e 21%, podem ser rompidas pela intensificação da atividade humana. Caso este equilíbrio deixe de existir, podem ocorrer aquecimento global e outros fenômenos resultantes da deterioração ambiental, com conseqüências assaz desastrosas.

Pela leitura deste livro, constata-se quanto o ciclo hidrológico depende da interação da água com várias substâncias químicas, tanto da atmosfera quanto da hidrosfera, influenciadas por fatores ecológicos e, em uma perspectiva histórica, por fatores paleoecológicos. Daí se compreende porque estudos interdisciplinares da Geologia, Geoquímica, Biologia e Paleontologia têm adquirido crescente importância científica. Para exemplificar, ressalta-se aqui o recém-publicado “Tratado de Geoquímica” (2004), composto por dez espessos volumes, que em várias passagens se refere às interações das mencionadas ciências, com retroalimentação das relações entre elas.

No século XX, enquanto a população humana mundial triplicava, o consumo de água doce sextuplicava, tornando os conhecimentos contidos neste livro imprescindíveis.

Finalmente parabenizamos o autor pela atualidade do tema aqui enfocado.

siga a Holos Editora em nossas redes sociais

Acompanhe as novidades e promoções